Sobre o Evento

Para uma extraordinária noite de clássicos do piano, visite o impressionante Palau de la Música Catalana em Barcelona para ouvir as obras‐primas de Dvořák, Ravel, Poulenc e Saint‐Saëns.

Antonín Dvořák


Antonin Dvorak é considerado um dos tchecos mais conhecidos e proeminentes do mundo, já que a sua obra musical ganhou reconhecimento internacional já durante a sua vida. Ele nasceu em 1841, numa pequena aldeia checa, em uma família de açougueiros. Aos 6 anos de idade, Dvorak começou a ter aulas de violino e imediatamente se tornou óbvio que o menino tinha um talento excepcional em música. Mais tarde na vida, ele estava aprendendo a dominar piano e órgão, além de trabalhar simultaneamente em um matadouro. Depois de Dvorak completar 16 anos, foi admitido na Escola de Órgão em Praga, que formou futuros compositores profissionais. Depois de se formar, ficou em Praga, juntou‐se à orquestra de Karel Komzak e começou a compor activamente a sua própria música. No entanto, ele se esforçou para conseguir o sustento e sempre teve que trabalhar ao lado, tocando música nas igrejas e dando aulas particulares de música.
Finalmente, 1874 tornou‐se um ponto de viragem em sua vida quando ganhou uma bolsa financeira de um concurso de prêmios austríaco por suas 15 obras inscritas. Isto permitiu‐lhe abandonar a orquestra e dedicar‐se totalmente à composição. Durante esse período, ele escreveu suas Danças Eslavônicas, Duetos Moravianos e Concerto para Violino, o que lhe proporcionou um grande sucesso. Em 1892 foi convidado a dar aulas no Conservatório Nacional de Nova Iorque, onde permaneceu até 1895, antes de regressar a casa. Começou a ensinar no Conservatório de Praga e mais tarde tornou‐se seu diretor. Até a sua morte em 1904, foi um compositor bem sucedido e amado, tanto na sua terra natal como em todo o mundo.

Gift card