Ivo Pogorelich & Franz Schubert Filharmonia no Palau de la Musica Catalana

Barcelona, Palau de la Música Catalana — Main Hall

Os melhores lugares  E-Ticket instantâneo Dê isto como presente flexível

Seleccionar bilhetes

Preço Total
62

Sobre o Evento

Neste concerto altamente aguardado, ouça os sons melíferos da música clássica de Dvořák e Chopin no Palau de la Música Catalana de Barcelona, estimado e de renome mundial.

A abertura da temporada Franz Schubert Filharmonia com a arte incomparável do pianista Ivo Pogorelich e o Concerto para Piano nº 2 de Chopin, o compositor que fez dele uma lenda. Pogorelich é uma lenda viva: A sua carreira levou‐o aos maiores palcos do mundo e ele exibe a sua arte onde quer que apareça. O seu tocar e o seu empenho na música não só criaram uma escola, mas também suscitaram debates apaixonados.

Pogorelich é uma lenda viva: A sua carreira levou‐o aos melhores palcos do mundo, e ele continua a mostrar a sua arte onde quer que vá. O seu estilo de tocar e empenho na música não só criou uma escola, mas também gerou páginas de crítica com defensores apaixonados e detractores declarados. É um luxo começar a temporada com ele, um pianista sincero e sensível que deixou a sua marca com a música de Chopin. Para a sua actuação com a nossa orquestra, Pogorelich escolheu esta obra concertante, com a qual Chopin conquistou Paris e começou a ganhar o epíteto 'poeta do piano'.

Antonin Dvořák foi nomeado membro honorário da Sociedade Filarmónica de Londres aos 43 anos de idade e foi encarregado de escrever uma sinfonia para ser estreada na capital britânica. Embora as suas obras até então tivessem sido principalmente nacionalistas, com o Sétimo ele barrou a sua alma e capturou musicalmente as suas paixões mais profundas: alegria, vitalidade, tristeza, esperança.

O Sétimo de Dvořák é o Romantismo na sua forma mais pura, com espaço para os extremos da emoção sem esquecer os temas boémios e ciganos que se repetem no ADN da sua música.

Palau de la Música Catalana
O Palau de la Musica Catalana é um edifício deslumbrante situado na parte norte da Cidade Velha de Barcelona. Uma jóia arquitectónica do estilo Art Nouveau Catalan, construída entre 1905 e 1908, o seu rico interior exibe o trabalho dos artesãos da região sob a forma de vitrais, cerâmicas, esculturas, pinturas e ferraria. A utilização extensiva do vidro na construção do local cria interiores deslumbrantemente radiantes. A fachada vermelha poeirenta do Palau é decorada com bustos de grandes compositores, incluindo Bach, Beethoven e Wagner, e mosaicos coloridos em padrões florais.

O centro do Palau é a magnífica sala de concertos, inteiramente iluminada pela luz natural do sol devido à extraordinária clarabóia no centro do tecto ricamente ornamentado, que é popular para música sinfónica e de câmara. Segundo Lluís Domènech i Montaner, o arquitecto que concebeu o Palau, o objectivo era criar um "jardim para a música" — um objectivo que ele definitivamente conseguiu alcançar.

Programação

  • Chopin, Frederic – Concierto para piano y orquesta nº. 2, op. 21
  • Dvořák, Antonín – Sinfonía nº. 7, op. 70
O programa está sujeito a alterações

Artistas

Condutor: Grau, Tomàs

Chief Conductor and Artistic Director of Tarragona’s Orquestra Camera Musicae (OCM)

Orquestra: Franz Schubert Filharmonia
Piano: Pogorelich, Ivo

Morada

Palau de la Música Catalana, c/ Palau de la Música, 4‐6, Barcelona, Spain — Veja no Google Maps

Gift card